Proteínas que ajudam na hipertrofia

Hoje é dia de falar sobre hipertrofia! O sucesso dos treinos depende do período de descanso e principalmente da alimentação também. Já sabe o que é hipertrofia? Sabe quais alimentos vão te ajudar? Então nos acompanhe e fique por dentro das proteínas que ajudam na hipertrofia.

Mas o que é hipertrofia?

A hipertrofia consiste no aumento dos músculos pelo aumento de suas funções celulares. Existem diversos fatores que influenciam na hipertrofia da musculatura, entre elas a prática da musculação. Há também as hipertrofias patológicas,como quando acontece com o miocárdio ou a próstata.

A hipertrofia muscular pode se desenvolver através da prática de musculação como já dissemos. Além do consumo de alimentos e proteínas, que aumentam a quantidade de massa muscular no corpo.

Como a alimentação contribui

Um dos principais fatores que ajudam na hipertrofia é o que você come. Ingerir alimentos ricos em proteínas ajuda na construção e manutenção da massa muscular no corpo. Alguns alimentos que contribuem para a hipertrofia são:

Ovos

Talvez seja o alimento de maior acessibilidade, e o de consumo mais difundido para o ganho de massa. Os ovos contém proteínas naturais além de ter várias vitaminas (A, D e E).

Aveia

A aveia também é uma boa fonte de proteína natural, contribui na redução de colesterol e contém um baixo índice de gordura.

Carne Vermelha

Ao contrário da sabedoria popular, a carne vermelha pode ser sim uma boa fonte de nutrientes. Ela conta, além das proteínas, vitaminas e minerais e também de creatina – que ajuda na construção de tecidos e regularização do metabolismo entre outros benefícios.

Tome bastante água

A água é uma constante universal em nossas vidas. De tão preciosa que é, ela também desempenha um papel importante no funcionamento dos processos do nosso organismo.

Vale lembrar, como sempre, o acompanhamento de um profissional da saúde na sua nutrição para que você tenha sempre os melhores resultados do seu treino.

Gostou das nossas dicas? Acompanhe nossas postagens e nos siga nas redes sociais!

Veja também as diferenças entre o treino funcional e a musculação tradicional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *